Fui no Festival Panorama e vi o The Killers de perto!

8 de agosto de 2018

Se me perguntarem quais as melhores experiências da vida, com certeza assistir o show de um artista que amo estaria na lista. Tenho uma lista de shows que PRECISO ir antes de morrer e que tenho que repetir! The Killers entrou na minha vida em 2003 logo quando comecei meu relacionamento com o Davidson, então eles também são especiais pra a gente por fazer parte da nossa história. Em 2013, quando estavamos morando no Rio houve um show deles em São Paulo e me arrependi completamente de não ter me esforçado pra ir e fiquei assistindo a transmissão ao vivo pela internet e morrendo de vontade de estar lá. Sempre assisto esse show de 2013 no Youtube de tanto que ficou fixado na minha cabeça.

No começo do ano tive a oportunidade de riscar da minha lista o show do The Killers que aconteceu aqui no Barcleys Center, que foi tão maravilhoso que fiquei sem voz de tanto que cantei no show!

Daí quando o verão começa aqui nos Estados Unidos, começam a surgir os festivais de verão e como eu sabia que eles estavam em tour, fui acompanhando pra ver quando eles viriam pra cá e quando eles foram anunciados no Panorama, comprei no primeiro segundo pra garantir meu lugarzinho no show.

Sobre o meu look, sempre gosto de me vestir com roupas confortáveis quando vou em shows, principalmente no verão, então sempre vou estar com roupas bem leves e tênis. SEMPRE! E sempre que vejo algumas blogueiras com aquelas roupas estilo “montação”😝, penso que elas não vão pra assistir aos shows. Eu acho lindo, mas não pra assistir shows.😬 Mas o meu look é antiguinho com um short que comprei por 15 dólares na primeira promo da Zara que fui aqui e a blusa de tecido muuuito levinho também da Zara e o Adidas Superstar bem antigo também.☺️

O Panorama é organizado pela mesma empresa do Coachella e acontece todos os anos na Randall’s Island durante três dias, sempre com um line-up maravilhoso que fica difícil de escolher qual dia ir. Esse ano teve The Weeknd, Dualipa, Janet Jackson, The XX, David Byrne, The Killers e etc. Eles tem um site super informativo, pode também seguir pelo instagram deles também pra ficar ligado nas novidades e nas datas do próximo festival. Dá pra chegar lá de ônibus, ferry e metrô (desce na 125st das linhas 4,5 e 6)

O bom é chegar bem cedo pra poder aproveitar todas as atividades e espaços que o festival oferece. festival tem bastante atividades pra fazer enquanto os shows não começam.

Confesso que fiquei achando que os shows anteriores ao The Killers não seriam bons e que só ficaria esperando até 9h30 da noite pra assistir ao show. Me surpreendi! Amei TODOS os shows, todos com uma experiência bem diferente do outro.

O primeiro show foi do Robert DeLonge, um show cheio de tecnologia e que ele praticamente tocava todos os instrumentos e cantava sozinho a maior parte do tempo.

Eu já conhecia algumas músicas do David Byrne, mas fiquei encantada com o show dele que mais parecia uma obra de arte, bem diferente de tudo que já vi. Mistura dança, arte e música. Parece uma obra de arte. Sério! As músicas também tem muita influência brasileira, tem alguns músicos brasileiros na banda. E o mais incrível é que os músicos não são fixos no palco. Eles tem um adaptador pra ficar segurando os instrumentos e participar do show dançando e cantando. O show prende bastante a atençãoe faz com que você não queira perder nenhuma parte. Coisa mais maravilhosa do mundo!

Sobre o The XX eu não conhecia muito as músicas mas amei o palco com um telão enorme e todo de vidro que ficava bem no centro do palco.

Um das coisas que prometemos um pra o outro (Dave e eu) foi de ficar perto do palco dessa vez no show do The Killers porque não conseguimos no show do Barclays Center e conseguimos!

Nem acreditei quando o show do The Killers  começou porque conseguimos ficar bem na frente como tínhamos prometido um pro outro (Dave e eu) porque não conseguimos assistir o show do Barclays Center na pista e Dave disse que parecia que tava assistindo da TV. 😅

Eu AMEI o show que assistimos em janeiro por ser o primeiro, mas esse foi especial porque ficamos muuuuuito perto deles, tanto que toda vez que ele chegava lá ele olhava na nossa direção! Aí eu virava e dizia pra Dave “Dave, o Brandon Flowers sabe que eu existo!” 😂😂😂 #aloka

Mas o show realmente foi muito especial, o Brandon é muito maravilhoso, muito carismático, tem muita presença de palco e não deixa o show desanimar nem por um minuto!❤️Amo ficar pulando feito um louca enquanto as minhas músicas preferidas tocavam, ou seja, TODAS!

Uma das coisas que amo em shows é a experiência que a banda cria pra quem tá assistindo, pensar no design do palco, efeitos, iluminação. E o The Killers junta tudo isso! Tem luzes dançando no ritmo da música, tem chuva de papel picado (não teve nesse, mas no outro teve), tem fogos… Ain gente, é muito amor!

                

Um dos pontos altos do show foi quando o Brandon chamou um fã pra tocar For Reasons Unknown no palco com eles. Acho que preciso aprender a tocar bateria!😝

Acho que vai dar pra sentir toda a minha animação no vlog que gravei mostrando como foi o festival. Clica no PLAY e vem ver!

Espero que vocês tenham conseguido pegar toda a emoção desse dia!

E aí já estão se programando pro próximo Festival?

Um beijão e até o próximo post,

J.❤️

You Might Also Like