{o início} REFORMA DO QUARTO #1

Como vocês devem ter visto no Instagram do Blog, andei postando algumas fotos da reforma do meu quarto. Hoje resolvi dividir com vocês a minha (longa) história por trás disso. Vou contar em partes pra ninguém largar o post no meio do caminho, ok? Hahaha

Há dois anos fui literalmente expulsa do meu quarto pelos meus pais. Um belo dia cheguei em casa e meus móveis estavam desmontados no meio da sala de estar, minhas roupas entulhadas esperando para entrar nas malas e várias caixas de papelão a minha espera para enchê-las. Pirei, lógico! Eu sabia que isso aconteceria um dia, sabia que meus pais iam dar um basta e me obrigariam a sair do meu quarto, mas não esperava que fosse ser assim.

Design-2015-06-26-14-51-15

Eu tenho sérios problemas alérgicos e meu quarto simplesmente não oferecia boas condições para eu continuar nele, havia muito mofo e infiltrações e minhas crises alérgicas só pioravam, mas eu não queria largar o meu refúgio mesmo sabendo que estava fazendo muito mal a minha saúde, então fui colocada para fora. Na época foi péssimo, fique bastante chateada por ter que dormir na sala que era o lugar “menos pior” da casa e principalmente por saber que seria por tempo indeterminado já que a reforma não seria imediata, por questões de grana, óbvio. Não fazíamos manutenção na nossa casa há anos e ela estava em condições bem ruins, a ponto da laje da área de serviço desabar a qualquer momento.  A situação era bem crítica e estávamos bastante preocupados. Ficamos nessa situação por pouco mais de um ano, eu dormindo na sala e usando meu quarto só para depósito e meus pais tentando juntar uma grana para garantir a reforma pelo menos do meu quarto para que eu pudesse ter meu cantinho de novo.

2013-03-16 14copia
Apresento a vocês, meu closet! *tem mais duas malas que não apareceram na foto*

 

20131212_121144
O que sobrou do rebaixamento do teto do quarto

 

copia
Muitas infiltrações

 

copia1
Mais infiltrações

Quando finalmente conseguimos uma graninha e encontramos uma pessoa para colocar a mão na massa literalmente, veio a dúvida: e agora? Como vamos ficar dentro de casa com essa poeira toda?  Vamos alugar um lugar aqui perto até a obra terminar. Mas e a grana para sustentar as duas casas + reforma? Desistimos. Ficamos na casa com poeira e tudo (tudo inclui rinite, sinusite, tudo que termina com “ite”) até o momento que nosso primo apareceu lá em casa para fazer uma visita e se deparou com o caos. Na mesma hora nos ofereceu a casa dele para morar, sem custo algum. Detalhe importante: a casa estava novinha, toda mobiliada e vazia, só nos esperando.  Cara, isso foi incrível!

Até o próximo capítulo da novela !!

Um super beijo!

– Fabi

Comentários sobre {o início} REFORMA DO QUARTO #1